quinta-feira, 15 de maio de 2014

Minúsculos - O Filme (Minuscule - Valley of the Lost Ants)



Marcando o retorno do Críticas, trago para vocês uma crítica experimental com base de comentário. Espero que gostem.

Criatividade. Essa é a palavra pra resumir 'Minúsculo - Vale das Formigas Perdidas', filme da série francesa Minúsculos, de 2006. Para os fãs da série, é satisfatório e dá pra matar a saudade depois de termos acompanhado algumas temporadas. Pra quem não conhece, é uma nova experiência.

Alguns personagens estão de volta e há o acréscimo de outros inéditos, mas todos ficam em segundo plano. Os principais são as formigas e a joaninha.

Há referências a série em alguns momentos, mas aqui o filme tenta buscar algo novo, algo diferente, se expandindo e arriscando nas inovações. Enquanto a série mostrava a vida dos animais na floresta e na casa de campo além das reações perante objetos, o filme meio que já deixa tudo isso montado, mas sem perder a essência.

Aqui temos uma história fixa, é basicamente isso: Uma joaninha, impossibilitada de voar após se afastar dos pais e ser atacada por moscas, salva a vida de formigas. Essas formigas, pretas, decidem levar a joaninha para o formigueiro. No meio do caminho, as formigas vermelhas aparecem querendo o alimento que as formigas pretas estão levando. A partir daí começa a batalha, que se prolonga até o fim do filme. As formigas pretas e a joaninha vão levando seu alimento pro formigueiro enquanto as formigas vermelhas tentam a qualquer custo alcançá-las, mas sempre acontece um desastre. Como os trailers mostram, isso tudo culmina numa verdadeira batalha mais pro final do filme.

Apesar, nada estraga o momento. Na verdade a batalha em si é um plano de fundo. O foco mesmo é na joaninha que não consegue voar. Durante o trajeto ao formigueiro, vão acontecendo diversas coisas que dificultam a chegada. E na batalha há surpresas também. É incrível a criatividade que usaram pra montar tudo.

Como alguns devem saber, as filmagens das paisagens são reais, e aqui temos belas imagens da natureza. O que é animação são os animais (no caso os insetos, que são praticamente todos) e os objetos. Em geral, a animação é bem trabalhada. Peca apenas em momentos rápidos na cena da correnteza e da cachoeira, mas dá pra deixar passar.

Embora tenha alguns alívios cômicos, em geral é algo "sério", afinal, é uma história de drama e de guerra, por assim dizer. Esses alívios não atrapalham o filme, até divertem em sua maioria. Devemos lembrar que é algo infantil, então esses alívios se encaixam muito bem, mas os assuntos são levados a sério, sem deixar se tornar ridículo.

No fim, talvez 'Valley of the Lost Ants' sirva tanto pra quem já viu o seriado quanto pra quem não viu. E quem viu, perceberá as referências e até conseguirá encaixar a história na série. Falando em referências, percebi algumas a 300, ou foi só percepção, como na cena em que as formigas vermelhas estão na ponta de um penhasco e quando elas arremessam com um estilingue milhares de palitos de dente pra cima das formigas pretas. Aproveitando, destaque pra cena da chuva, no início do filme. É tudo tão escuro, mas ao mesmo tempo tão surpreendente, é como se estivéssemos lá.

Vale das Formigas Perdidas se torna uma obra que vale a pena ser conferida ao tratar de seres minúsculos, como o nome sugere, com paisagens naturais e uma história boa que encantará pessoas de qualquer idade. O filme não possui falas e os humanos são praticamente inexistentes, restando, em sua maior parte, a floresta, os insetos e os divertidos efeitos sonoros dignos de um bom desenho animado. Agora é só esperar pra saber se retornarão com o seriado, se farão um segundo filme ou se pararão por aqui.

Obs.: Nos créditos vem escrito: "Em homenagem a Jean 'Moebius' Giraud", famoso escritor e ilustrador francês que infelizmente faleceu em 2012. Dentre seus trabalhos no cinema, ele ajudou na parte de design, arte e concepção de filmes como Death Note, O Quinto Elemento, Space Jam, Tron e até mesmo o clássico Alien. Nas hqs ele chegou a desenhar um arco do Surfista Prateado, da Marvel.

Nota 10/10

~Crítica publicada posteriormente no Kokyo em 5 de julho de 2014~

[ATUALIZADO] O filme chegou ao Brasil em 22 de janeiro de 2015, depois de adiamentos, com o nome de "Minúsculos - O Filme".

SOBRE MIM

Minha foto
Em 2008 criei um blog por experiência. Queria saber como era um blog. Inicialmente era apenas para reunir o que eu achava de legal pela internet. Dois anos depois, em 2010, criei meu blog com críticas de filmes, já que, embora eu não seja experiente nesse ramo, gosto de ver filmes, de entendê-los e tal. Em 2014 vieram as mudanças. O blog que reunia o melhor da internet virou um blog de matérias e histórias que eu mesmo escrevo. O blog que continha críticas de filmes, séries, curtas, shows, etc, agora são apenas filmes e séries devido a enorme demanda de conteúdo. Os modos de escrita também estão mudando para melhor. Fiquem ligados para novidades.