domingo, 14 de junho de 2015

Alice no País das Maravilhas (livro)

~Publicado originalmente em redes sociais~

Alice no País das Maravilhas



Muito divertido de ler, mais legal ainda é ver a chata da Alice levando um fora a cada capítulo. :v Como todo mundo deve saber mais ou menos como é a história (Alice persegue um coelho branco com relógio, vai parar num mundo estranho, onde governa uma rainha que pede pra cortar a cabeça de todo mundo, etc...), vou me focar em algumas cenas "esquecidas" nas adaptações.

Tem elementos que seriam difíceis aparecerem hoje em dia, como a cena da Duquesa batendo no seu filho e da Alice abandonando o coitado na floresta porque ele era um porco (oinc), chamando-o de monstro e desprezando ele.

Uma cena que costuma ficar de fora das adaptações é a da Tartaruga Falsa, o que é uma pena. Na verdade o livro nem é grande e mesmo assim conseguem deixar muita coisa de fora. As histórias contadas pela Tartaruga são divertidas e boas de ler.

O personagem que gostaria que aparecesse mais é o gato, mas é assim mesmo, todos os personagens tem espaço e aparecem pouco, geralmente no seu próprio capítulo e ao final da história. A cena do Chapeleiro, a da Lagarta, a dos bichos que estavam na frente da casa do Coelho... tudo muito bom.

Alice no País das Maravilhas é como um conjunto de contos interligados. Embora tenha achado o início muito chato (Alice não ajuda a melhorar a história, só piora), a história se torna bastante divertida com o tempo. Alice vai conseguindo se "comportar" nesse mundo louco, mesmo que leve um fora todo o tempo por não saber de nada de lá. Pobres animais, Alice vivia dizendo que já comeu, que já viu alguém comer... eles não precisam saber disso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SOBRE MIM

Minha foto
Formado em jornalismo e futuro escritor de livros. Criei um blog em 2008 por curiosidade para reunir o que achava de melhor na internet. Em 2010 criei outro blog para críticas de filmes e afins. Buscando apresentar uma identidade mais pessoal, em 2014 reformulei ambos. Hoje servem mais como meios de divulgação para matérias que publico em outros sites.