domingo, 21 de junho de 2015

Divertida Mente

~Publicado originalmente em redes sociais~


Não sabia bem o que esperar e não tava muito confiante, mas por ser selo de qualidade Pixar acabei conferindo. Boa parte por curiosidade também, a premissa toda é uma grande nuvem de ideias interessantes pra explorar. E assim Pixar conseguiu mais um belo filme.

"Você já parou pra pensar o que se passa na mente de uma pessoa?". Sim, o tempo todo. Acompanhamos Alegria, Tristeza, Raiva, Medo e Nojo, que vivem na mente de uma garota e controlam suas emoções por um painel. Há toda uma estrutura em sua mente, como as ilhas (do hóquei, sua paixão; da amizade, que ela gosta tanto; da família, que ela é apegada; e da bobeira, que a faz ser divertida). Há também o labirinto das memórias a longo prazo, armazenando tudo o que ela absorveu; as memórias base, que a fazem ser o que ela é; entre outros.

Ver a história em terceira pessoa (as emoções) dentro de primeira pessoa (a garota) foi uma sacada genial da Pixar. Uma história de uma garota que era feliz, se muda e sua vida vira um desastre. Além, ela está crescendo, novos gostos vão surgindo, uma nova percepção de mundo, a adolescência chegando. Perceber como as emoções podem mudar o rumo dos acontecimentos, como uma pessoa age controlada por tal emoção, como a tentativa de forçar a ausência de uma emoção (ou a presença de outra) pode resultar em consequências desastrosas, como nossas lembranças influenciam em nossas vidas, como nossas experiências de vida nos moldam a ser o que somos, são ideias tratadas na animação.

Apesar do foco nas emoções, o universo criado em Divertida Mente é vasto. Podemos perceber isso ao longo do filme, quando as emoções viajam pela mente da garota, das ilhas ao mundo adentro. O que foi criado aqui tem potencial pra uma franquia, se bem utilizada.

Vejam as cenas durante os créditos. São divertidas.






Nota 10

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SOBRE MIM

Minha foto
Em 2008 criei um blog por experiência. Queria saber como era um blog. Inicialmente era apenas para reunir o que eu achava de legal pela internet. Dois anos depois, em 2010, criei meu blog com críticas de filmes, já que, embora eu não seja experiente nesse ramo, gosto de ver filmes, de entendê-los e tal. Em 2014 vieram as mudanças. O blog que reunia o melhor da internet virou um blog de matérias e histórias que eu mesmo escrevo. O blog que continha críticas de filmes, séries, curtas, shows, etc, agora são apenas filmes e séries devido a enorme demanda de conteúdo. Os modos de escrita também estão mudando para melhor. Fiquem ligados para novidades.