sábado, 27 de junho de 2015

The Flu (2013)

~Publicado originalmente em redes sociais~

The Flu (2013)


Mais um excelente thriller do cinema coreano e um dos melhores sobre epidemia que já vi. Drama e tragédia se unem e ainda dão um pouco de espaço pra ação e um toque de política. Roteiro bem escrito, trilha sonora empolgante e personagens atrativos. A diversidade e troca de personagens é outro ponto positivo. Todos ali possuem seu momento, seja um dos principais, um dos secundários, ou até mesmo aquele aleatório que mais parece figurante. Há toda uma ligação.

A trama mostra uma grave epidemia que se espalha numa parte da Coreia do Sul. A transmissão se dá pelo ar, basta absorver  uma simples gotícula da tosse de um portador. O resultado é uma tosse ininterrupta, febre e, ao fim, o portador cospe sangue e morre. Em meio ao caos, o governo coreano e americano se unem pra conter esse vírus a qualquer custo, mesmo que pra isso tenham que usar formas nada "corretas".

Há diversos personagens durante a trama. Temos como principais um bombeiro que salva uma mulher de um acidente quando seu carro cai num buraco (e ele acaba se apaixonando por ela). A mulher, por sua vez, é uma das médicas que está em busca da cura e tem uma filha, que também é importante pra trama. Tem o portador sobrevivente, um imigrante ilegal; os irmãos que ficaram a cargo de buscar esse imigrante; o oficial do exército que se aproveita de seu cargo como bem entender; os políticos coreanos; alguns americanos (como um médico e outro a serviço do governo dos EUA); entre vários outros.

Um ponto importante pra citar é como o americano é retratado: Guerra é a solução, matar pessoas é o único modo, eliminar um problema que possui solução em vez de solucionar é o caminho correto a se seguir. Daí vemos que alguns coreanos não são tão diferentes assim, apoiando esse ideal, mas também vemos que outros rejeitam (assim como existem americanos que rejeitam, mas no filme não é mostrado).

Acabamos acompanhando diversos arcos que acabam se encontrando em algum momento, seja do bombeiro e da médica e sua filha, dos políticos e médicos, dos irmãos e do portador sobrevivente, entre outros.

Nota 10

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SOBRE MIM

Minha foto
Formado em jornalismo e futuro escritor de livros. Criei um blog em 2008 por curiosidade para reunir o que achava de melhor na internet. Em 2010 criei outro blog para críticas de filmes e afins. Buscando apresentar uma identidade mais pessoal, em 2014 reformulei ambos. Hoje servem mais como meios de divulgação para matérias que publico em outros sites.