segunda-feira, 23 de novembro de 2015

Prophecy (mangá)

~Publicado originalmente em redes sociais~

 Prophecy (Yokokuhan)



Mangá em 3 volumes que conta a história do "Homem-Jornal", que pune pessoas que fizeram o mal, e a Polícia Cibernética, que tenta capturá-lo. De início a premissa lembra um pouco Death Note, um cara que quer fazer justiça com as próprias mãos, a polícia que tá atrás dele mas nunca consegue capturá-lo, mas fica por aí mesmo. Prophecy é mais realístico, mais moderno. Temos a presença da internet na história. O justiceiro anuncia seus ataques por stream e realmente vai ao local e realiza os ataques pessoalmente.

Embora o mangá tenha sido aclamado, alguns dizendo que toda a história é excelente, etc, pra mim foi sim uma história muito boa até, mas não excelente, e a cada volume a história ia "enfraquecendo". Não, não foi ruim, pelo contrário, foi muito boa, mas o primeiro volume gerou todo aquele clima grandioso com o(s) Jornal anunciando os ataques, a polícia desesperada... O segundo isso já tava estabelecido, então foi basicamente a polícia tentando capturá-los enquanto tentava desvendar as identidades. O terceiro mostra as consequências do que ocorreu no final do segundo, que leva ao final "inesperado". Final esse que é uma mistura de "é só isso?" com "pensando bem...".

Legal é que a própria hq mostra os pensamentos da população, que estão o tempo todo interagindo através das redes sociais, então temos os mais diversos tipos de comentários, mas principalmente os maldosos e também de pessoas que só querem ver o 'circo pegar fogo'. A hq também passa uma imagem bem negativa da mídia, como totalmente manipuladora e sensacionalista, e não é bem assim na vida real, embora haja, e muito. Mas as coisas não ficam só em cima da mídia, vai além. Temos indagações sobre a internet ser segura ou não e também da justiça, dos ideais, mas isso já era de se esperar, não? Recomendo. Descobri que esse ano lançaram um live-action e um drama adaptando o mangá.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SOBRE MIM

Minha foto
Em 2008 criei um blog por experiência. Queria saber como era um blog. Inicialmente era apenas para reunir o que eu achava de legal pela internet. Dois anos depois, em 2010, criei meu blog com críticas de filmes, já que, embora eu não seja experiente nesse ramo, gosto de ver filmes, de entendê-los e tal. Em 2014 vieram as mudanças. O blog que reunia o melhor da internet virou um blog de matérias e histórias que eu mesmo escrevo. O blog que continha críticas de filmes, séries, curtas, shows, etc, agora são apenas filmes e séries devido a enorme demanda de conteúdo. Os modos de escrita também estão mudando para melhor. Fiquem ligados para novidades.