quarta-feira, 4 de maio de 2016

Produce 101 (programa musical)

~Publicado originalmente em redes sociais~


Grande surpresa esse programa. Gostei muito do formato. Geralmente o padrão dos programas musicais é aquele de ir eliminando metade por metade, mas já sabia que Produce 101 fugia desse formato. Apesar de já ter visto apresentações de vários outros programas (coreanos), esse foi o primeiro que acompanhei todos os episódios (mesmo com longa duração, foram apenas 11 episódios). 101 trainees (todas garotas) de 50 empresas diferentes disputando 11 vagas para formar um grupo de kpop durante 1 ano.

Sério, quero mais disso. E vou listar os motivos que fizeram esse programa ótimo

- Treinamento antes de eliminação Depois das classificações e reclassificações iniciais, as trainees foram treinadas para se apresentarem. Ou seja Mesmo indo mal na apresentação inicial, a trainee era posteriormente treinada para assim se apresentar novamente.

- Público como jurado Tenho minhas ressalvas quanto a isso, mas o povo é quem decidia quem continuava ou não. Por um lado isso trouxe uma interatividade maior ao programa, mas por outro fiquei com medo de votarem apenas nas populares. Felizmente as surpresas foram boas.

- Avaliação em quesitos Para entender melhor o programa deve ter certo conhecimento do mercado musical e do kpop, especialmente em como são formados grilgroups. Então, naquela busca por perfeição, diversos pontos são avaliados. Os dois principais são saber cantar e dançar. Não adianta saber cantar mas não saber dançar. E os avaliadores pegavam pesado mesmo. A pessoa pode ser a mais gente boa de todas, mas se errar, leva bronca e o clima fica sério. Claro que teve elogios, mas nos momentos adequados.

- Avaliadores Os avaliadores foram pessoas famosas do ramo que entendem do assunto, como a Kahi (ex-After School), Cheetah e JeA (BEG).O apresentador foi o Jang Keun Suk, o Príncipe da Ásia, que chegou a avaliar no início também. Cada um é experiente numa área diferente, o que equilibrou na hora de avaliar.

- Participantes em desenvolvimento e experientes Apesar de diversas trainees que nunca saíram das agências, no meio haviam algumas relativamente famosas, inclusive trainee que saiu de grupo, que o grupo acabou, que saiu no pré-debut, que participou de outro programa musical, etc. De início pareceu que elas receberiam toda a atenção e prejudicaria a participação das outras, mas talentos escondidos começaram a aparecer ao longo do programa e ganharam seus espaços.

- Produtores musicais e músicas originais Ao longo do programa, começaram a aparecer produtores e artistas musicais famosos no kpop que produziam músicas. Ou seja, o programa não ficou preso apenas a covers. Com o tempo vieram músicas totalmente originais.

- Treinamentos e aproximação com o público Na maior parte do tempo os episódios se dedicaram a mostrar os ensaios das trainees e suas dificuldades e sucessos, além de pequenas entrevistas contando suas histórias (caso se encaixasse no momento). Isso fortaleceu demais o vínculo com o público. Não tinha como não amar as participantes. Adicionado a votação pública, como já citei antes, a aproximação ficou maior ainda.

- Apresentações Todas as apresentações feitas para o público foram em grupos, ou seja, não bastava apenas a integrante ser boa, ela tinha que ter harmonia com as outras integrantes e todo o grupo precisava demonstrar seu potencial. O prêmio acabava sendo pontos bônus para as classificações. As apresentações também eram bem produzidas, com visual próprio pra cada grupo. Nos covers até aconteceu de 'renovarem' as músicas com novos passos de dança e afins.

Apesar de tantos pontos positivos, de negativo cito a enrolação desnecessária do programa. Muito legal (e, de certa forma, interessante) acompanhar o processo de formação dos grupos, como era escolhido quem seria quem, mas as vezes demoravam demais nisso. Mas o pior mesmo eram nas eliminatórias. Suspense além do limite. E, caso não fosse o bastante, ainda enchiam com cenas variadas das integrantes e pequenos tops feitos entre elas, como as mais lindas e tal. Não que fosse ruim, mas a partir do momento que usam com finalidade de enrolar, a qualidade cai um pouco.

Mesmo com esses pequenos problemas, a maior parte de Produce 101 merece ser aplaudida. Um projeto ambicioso que uniu diversas empresas e garotas com o sonho de debutarem no kpop.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SOBRE MIM

Minha foto
Em 2008 criei um blog por experiência. Queria saber como era um blog. Inicialmente era apenas para reunir o que eu achava de legal pela internet. Dois anos depois, em 2010, criei meu blog com críticas de filmes, já que, embora eu não seja experiente nesse ramo, gosto de ver filmes, de entendê-los e tal. Em 2014 vieram as mudanças. O blog que reunia o melhor da internet virou um blog de matérias e histórias que eu mesmo escrevo. O blog que continha críticas de filmes, séries, curtas, shows, etc, agora são apenas filmes e séries devido a enorme demanda de conteúdo. Os modos de escrita também estão mudando para melhor. Fiquem ligados para novidades.