quinta-feira, 25 de agosto de 2016

[RASCUNHO] Yeh Jawaani Hai Deewani

~Publicado originalmente em redes sociais~

Yeh Jawaani Hai Deewani

Vi por recomendação das cenas musicais, então nem tava me preocupando muito com a história. No início pensei que seria mais um drama romântico adolescente daqueles clichês da nerd e do popular que se apaixonam, mas aos poucos foi dando lugar a um drama romântico mais adulto.

A primeira parte do filme serve como um grande flashback, se passando oito anos antes, contando o começo da relação entre a garota nerd e o trio de amigos que só queriam curtir a vida (todos antigos "colegas de classe"). A primeira meia hora é sem graça e não dá indícios de melhora, mas depois as coisas lentamente vão ficando boas, naquele estilo sempre envolvente dos clichês românticos.

A segunda parte do filme já se passa no 'presente', com os personagens mais crescidos e seguindo suas vidas. É aqui que vemos como a vida adulta acabou com toda a magia da adolescência dos personagens. Ao se reencontrarem, pensamentos e reflexões vem a tona, envolvendo amizade, amor, família e vida profissional.

Enquanto na primeira parte temos a garota nerd como protagonista, na segunda as coisas mudam para o cara popular, que agora amadureceu bastante. Essa mudança de foco chega a ser interessante, mas a verdade é que todos tem seus espaços, incluindo os outros amigos.

A trilha sonora é ótima e com certeza entra pra minha lista de preferidos nesse quesito. Quanto ao filme, a primeira parte pode deixar a desejar por um bom tempo, mas a segunda não. Seu clima misto de depressão e alegria não o deixa ser tão romântico quanto poderia ser (felizmente), o que é ótimo para mexer com o público e deixar a incerteza na mente sobre como tudo aquilo irá terminar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SOBRE MIM

Minha foto
Formado em jornalismo e futuro escritor de livros. Criei um blog em 2008 por curiosidade para reunir o que achava de melhor na internet. Em 2010 criei outro blog para críticas de filmes e afins. Buscando apresentar uma identidade mais pessoal, em 2014 reformulei ambos. Hoje servem mais como meios de divulgação para matérias que publico em outros sites.